Coletânea de atividades - 1º Período D - Todo dia, era dia de Índio

Professora: Marley Maria Salfer Devigili
Série: Primeiro Período “D”
Colaboradora: Marisa Fink
Data: 26/04/2015 
Atividade:
Todo dia, era dia de Índio 
 
O livro didático do primeiro período trouxe este ano como proposta trabalhar algumas datas comemorativas com cunho socioambiental, contextualizado com as histórias da Turma da Ciranda. No capítulo 2 estamos estudando sobre as diferenças raciais e éticas das pessoas que vivem nas mais variadas regiões do planeta. Desta forma em comemoração ao Dia do Índio, 19 de abril, a turma do primeiro período “D” discutiu sobre a cultura indígena. 
Na rodinha de conversação através da observação de gravuras, alimentos, brinquedos o grupo aprendeu um pouco mais sobre como o índio vivia e como vive hoje com a influência do “Homem Branco”. Os questionamentos foram muito interessantes, as crianças entenderam que aprendemos muito com eles em relação a alimentação, a medicina, as artes e principalmente no respeito com a terra e com os animais. Do mesmo modo também ensinamos muitas coisas aos índios que vivem nas cidades e nas aldeias, como cuidar da saúde, usar roupas, acesso aos estudos e a tecnologia. 
Perceberam também que a vida das crianças indígenas ou “Curumins” como são chamados, é muito diferente da vida que nossos alunos levam. Elas vivem integradas à natureza e constroem seus brinquedos com os recursos próprios da natureza.
Vimos que uma das brincadeiras indígenas bastante conhecida é a peteca que as próprias crianças constroem. Por isso, construímos uma peteca com material alternativo (jornal). O grupo adorou confeccioná-la parte por parte e finalizando com a pintura bem colorida. Depois foi só diversão jogando as petecas com os amigos.
Para finalizar as crianças preencheram as atividades do livro.
 
Segundo Vygostsky (1994), o lúdico influência extremamente o desenvolvimento da criança. É através do uso de objetos, projetando situações, criando e recriando regras e procedimentos que a criança aprende a agir adquirindo iniciativa e autoconfiança.